Frutas frescas em creme (1 peça)

  • A+
  • A-
Alimento Medida (kg) Medida caseira
Iogurte natural desnatado 100g ½ pote
Gérmen de trigo 20g 01 colher de sopa
Aveia fina 20g 01 colher de sopa
Ameixa seca s/ caroço 20g 03 unidades
Uva-passa 10g 01 colher de chá
Damasco seco 30g 03 unidades
Canela em pó a gosto a gosto
Adoçante em pó 800mg 1 sachê
  • A+
  • A-
Quantidade por porção % VD (*)
Valor calórico 389,3cal 20
Carboidratos 39,5g 16,5
Proteínas 12,3g 15
Gorduras totais 17,5g 32
Gorduras saturadas 9g 38
Gorduras trans 0 0
Fibra alimentar 6,1g 19,5
Sódio 17,3mg 3,3

(*) % Valores diários de referência com base em uma dieta de 2.000kcal ou 8400kJ. Seus valores diários podem ser maiores ou menores dependendo de suas necessidades energéticas.
  • A+
  • A-

Modo de preparo

  • 1. Cortar a ameixa e o damasco em tiras e reservar;
  • 2. Adicionar ao iogurte 01 sachê de adoçante em pó e reservar;
  • 3. Montar em uma taça de vidro na seguinte ordem: metade do iogurte, as frutas secas, o gérmen de trigo, a aveia , a outra parte do iogurte e salpicar a canela em pó. Levar à geladeira por 1 hora e servir.

Comentários

Excesso de peso e a inatividade física estão entre os fatores que contribuem para o aparecimento do diabetes, além de piorarem as complicações como a retinopatia diabética. A perda de peso é fundamental na prevenção da doença e no controle glicêmico. Cereais integrais como a aveia têm baixo índice glicêmico e ajudam no controle da glicemia e colesterol. Frutas são importantes fontes de carboidratos, fibras e vitaminas e pobres em gorduras e sódio. Devem ser consumidas frescas, sem adição de açúcar, em 3 a 4 porções por dia. Sucos de fruta concentrados devem ser evitados. Ameixa seca e damasco seco têm como vantagem menor taxa de açúcares e grande concentração de fibras. O iogurte natural desnatado é boa opção devido ao baixo teor de carboidratos e gorduras e boa quantidade de proteínas, cálcio e probióticos. A canela, é ótimo antioxidante e contribui para diminuição da glicemia e do colesterol e acelera o metabolismo. O mais importante, visto nesses dois fascículos direcionados aos problemas oculares de retina, é manter uma dieta equilibrada, rica em nutrientes, fibras e antioxidantes, que são essenciais no combate e auxiliam no tratamento dessas doenças.

Receitas elaboradas por:

Adriana Piva (CRN: 6416-SP)

Nutricionista, especialista em nutrição clínica, pediatria e vigilância sanitária em alimentos

Comentários por:

Dra. Mariana Lie Yamaguishi (CRM: 112100-SP)

Médica formada pela Universidade de São Paulo; residência médica em Oftalmologia pela Faculdade de Medicina da USP; especialista em Retina e Vitreo pelo Hospital das Clínicas HCFMUSP