Diagnóstico da OVCR

Oclusão da veia central da retina (OVCR) – Diagnóstico

A oclusão venosa retiniana é, como a retinopatia diabética, uma causa frequente de perda visual por patologia vascular retiniana. Oclusões retinianas podem ser divididas em oclusão hemisférica, oclusão de ramo venoso retiniano (ORVR) e oclusão de veia central (OVCR) da retina.


A OVCR costuma ocorrer com maior frequência a partir dos 50 anos de idade e a maioria dos pacientes possui história de hipertensão arterial sistêmica ou doenças cardiovasculares associadas. Além da hipertensão arterial e da idade avançada, outros fatores de risco importantes são diabetes mellitus, hipercolesterolemia, hipertrigliceridemia, distúrbios de coagulação, glaucoma e aumento de pressão intraocular.

  • A+
  • A-
  • A+
  • A-

A patologia consiste na formação de um trombo na área da lâmina crivosa (dentro do nervo óptico), limitando a drenagem venosa da retina. Acredita-se que a conformação anatômica da veia central da retina no nervo óptico/anel escleral, associada ou não a um processo de aterosclerose, resulta em lesão endotelial local que pode ser facilitada por fatores sistêmicos, como a hipertensão arterial sistêmica. Além disso, o aumento da rigidez da artéria central da retina com a idade compromete a circulação da veia ao redor, que compartilha do mesmo espaço na lâmina crivosa. A lesão endotelial e a estase venosa são responsáveis pela formação do trombo.

O diagnóstico da OVCR é fundamentalmente clínico e consiste no exame oftalmológico completo, com o mapeamento de retina. O médico consegue, com o exame do fundo de olho, visualizar o aumento da tortuosidade venosa no local acometido, hemorragias intrarretinianas, exsudatos duros, que são depósitos de lipídios e/ou lipoproteínas e indicam aumento da permeabilidade vascular retiniana. Além disto, pode haver exsudatos algodonosos (microinfartos) e edema da retina e do disco óptico.

Exames de imagens como a angiofluoresceinografia e a tomografia de coerência óptica (OCT) auxiliam no diagnóstico e são importantes para o acompanhamento do tratamento.

  • A+
  • A-

Referências

Maia M, Maia A, Moraes N et al. Oclusão da veia central da retina (OVCR). Acessado em: jun 2015. Disponível em: http://www.universovisual.com.br/publisher/preview.php?.

Obstrução de Veia Central da Retina: aspectos clínicos e epidemiológicos. Acessado em: jun 2015. Disponível em: http://www.portaldaretina.com.br/home/saibamais.asp?.